Fifa declara morto "plano B" parar tirar Copa da África do Sul

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008 10:37 BRST
 

Por Alastair Himmer

TÓQUIO (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, desmentiu nesta segunda-feira que a entidade tenha um "plano B" para a hipótese de a África do Sul não conseguir organizar a Copa do Mundo de 2010.

Blatter declarou há alguns meses que a Fifa tinha planos de contingência para o caso de o país africano estar mal-preparado para o torneio, o que gerou uma série de especulações sobre as possíveis alternativas.

A menos de 18 meses do início do torneio, Blatter insistiu que a África do Sul estará preparada para realizar satisfatoriamente a primeira Copa do Mundo em solo africano.

"Não há plano B, C ou D -- para os que ainda têm dúvidas, eu lhes digo que a Copa do Mundo de 2010 será organizada na África do Sul", disse Blatter a jornalistas em Tóquio.

"Eu ficarei orgulhoso porque é meio como se fosse o meu bebê. Sonhei durante 34 anos em levar a Copa do Mundo para a África. É meio como se fosse o meu bebê", declarou o suíço.

A preparação dos estádios e a infra-estrutura da África do Sul preocupam alguns observadores, mas os organizadores prometem entregar instalações satisfatórias.

"Todos os estádios estarão lá", disse o chefe do comitê organizador local, Danny Jordan. "Haverá uma revolução dos transportes. Não há dúvida de que estará pronto."

A Fifa e os organizadores sul-africanos também se preocuparam em dar garantias de segurança, quando um jornalista japonês perguntou se poderia sair à noite do seu hotel durante a Copa.   Continuação...

 
<p>O presidente da Fifa, Joseph Blatter, em entrevista coletiva em T&oacute;quio. Blatter desmentiu nesta segunda-feira que a entidade tenha um "plano B" para a hip&oacute;tese de a &Aacute;frica do Sul n&atilde;o conseguir organizar a Copa do Mundo de 2010. 15 de dezembro.REUTERS/Issei Kato (JAPAN)</p>