December 15, 2008 / 6:11 PM / 9 years ago

Capello diz que teve de mudar mentalidade de jogadores ingleses

3 Min, DE LEITURA

<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o inglesa de futebol, Fabio Capello, disse que seu principal desafio, e tamb&eacute;m seu maior sucesso, no primeiro ano &agrave; frente da equipe foi mudar a mentalidade dos jogadores.Christian Charisius</p>

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - O técnico da seleção inglesa de futebol, Fabio Capello, disse que seu principal desafio, e também seu maior sucesso, no primeiro ano à frente da equipe foi mudar a mentalidade dos jogadores.

Desde que assumiu o comando da Inglaterra, Capello levou a equipe à liderança de seu grupo nas eliminatórias européias para a Copa do Mundo de 2010, resgatando a confiança de um grupo que não havia conseguido se classificar para a Eurocopa de 2008.

"Eu entendi o problema imediatamente, quando jogamos o primeiro jogo contra a Suíça (uma vitória da Inglaterra por 2 x 1 em fevereiro)", disse Capello, ao site da Associação Inglesa de futebol (FA).

"Os jogadores não foram testados mentalmente e fisicamente. Quando jogamos em Wembley, eu vi que eles não eram os mesmos jogadores de seus clubes."

"Percebi que o problema estava na mente dos jogadores. Agora estamos melhores. Precisamos de tempo e continuaremos trabalhando. É bom ser um psicólogo, mas precisamos de bons jogadores para vencer. Com bom psicólogo e jogadores ruins não é possível ganhar. Queremos ser melhores", acrescentou.

Capello disse que a derrota por 1 x 0 para a França em seu segundo jogo no comando da Inglaterra foi o ponto decisivo para a virada.

"No vestiário eu disse aos jogadores que era mais um passo à frente, e eles disseram que eu era louco", disse Capello.

"Eu disse que seria difícil, a França já foi campeã mundial, e o jogo era em Paris. Mas por meia hora nós jogamos muito bem, e quando você consegue jogar bem por meia hora, você pode jogar bem pelo jogo inteiro. Depois do jogo, por essa razão, nós evoluímos", acrescentou o treinador.

"Estou feliz com o que fizemos para criar um grupo mentalmente com espírito de equipe", disse.

"Conseguimos recuperar a confiança dos jogadores - e isso foi o trabalho mais importante que fizemos. O espírito da equipe tem sido ótimo e muito importante. Sem esse espírito no grupo, a confiança não estará lá e será impossível vencer".

O próximo jogo da Inglaterra é no final de março, um amistoso contra a Eslováquia, em Wembley.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below