Presidente da Ferrari diz que não trocaria Massa por Hamilton

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 10:21 BRST
 

ROMA (Reuters) - A Ferrari não trocaria o brasileiro Felipe Massa pelo campeão Lewis Hamilton, da McLaren, disse o presidente da equipe, Luca di Montezemolo.

Hamilton, de 23 anos, que se tornou o campeão mais jovem da F1 ao superar Massa nesta temporada por apenas um ponto, disse na semana passada que nunca deixaria a McLaren.

"Hamilton é um ótimo piloto, capaz de se aproximar do título mundial em seu primeiro ano na Fórmula 1 e ganhar no segundo ano", disse Montezemolo, segundo o site do jornal italiano Gazzetta dello Sport nesta quarta-feira.

"Mas, com todo o respeito. Eu não trocaria Felipe Massa por ele", acrescentou.

"Se Massa não ganhou este ano, é por nossa culpa (da equipe). Teria sido normal para ele vencer. Ele não conseguiu por causa dos nossos erros".

Montezemolo acrescentou que a equipe poderia ter saído da Formula 1 caso os planos de padronizar os motores tivessem sido aprovados.

A padronização dos motores não faz parte do pacote de corte de custos aprovado na semana passada pelas equipes para ajudar o esporte em meio à crise financeira global. A crise já fez a Honda abandonar a competição.

"Se o motor tivesse padronizado para todas as equipes, pelo menos quatro ou cinco montadoras teriam saído", disse. "Quero dizer, quatro ou cinco além da Ferrari, ou seja, todas".

(Por Paul Virgo)

 
<p>Piloto da Ferrari Felipe Massa durante testes de pr&eacute;-temporada da Ferrari na Espanha, em dezembro. REUTERS/Anton Meres</p>