Milan enfrenta árdua tarefa para corrigir problemas na defesa

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008 10:04 BRST
 

Por Paul Virgo

ROMA (Reuters) - Lesões e suspensões estão prejudicando as tentativas do Milan de consertar suas falhas na defesa antes da partida contra a Udinese, no domingo.

Os problemas da equipe foram bastante expostos no jogo contra a Juventus, na última rodada, quando o Milan perdeu por 4 x 2 e viu a diferença para a líder Inter de Milão aumentar para nove pontos. O Milan está em terceiro lugar, atrás também da própria Juve.

As falhas defensivas também atrapalharam na quarta-feira, quando o time italiano empatou por 2 x 2 com o Wolfsburg, da Alemanha, e perdeu a chance de se classificar em primeiro lugar do grupo para a próxima fase da Copa da Uefa.

O zagueiro suíço Philippe Senderos saiu no começo do jogo contra o Wolfsburg e a mídia diz que ele será o próximo a se juntar ao grupo de lesionados, com Daniele Bonera e Alessandro Nesta.

Além disso, Gianluca Zambrotta e Massimo Ambrosini estão suspensos neste fim de semana.

Gennaro Gattuso vai levar seis meses para se recuperar de uma cirurgia no joelho, e Mathieu Flamini pode não estar em forma no domingo, pois perdeu o jogo contra o Juventus, assim como Andrea Pirlo, que saiu no meio da partida contra o Wolfsburg, devido a dores na coxa.

"As coisas estão complicadas por causa das lesões, e isso nos penaliza muito porque somos forçados a jogar com jogadores que não foram muito treinados ou testados", disse o treinador Carlo Ancelotti, segundo o site do clube.

"Tentei improvisar alguns jogadores fora de suas posições. Este time tem qualidade e consegue marcar gols, apesar do momento difícil, mas temos mais problemas na defesa".

Em janeiro, o time vai ser reforçado com David Beckham, emprestado pelo Los Angeles Galaxy. Beckham será apresentado oficialmente no estádio San Siro no sábado.

 
<p>O atacante do Wolfsburg comemora gol marcado contra o Milan em partida da Copa da Uefa. Les&otilde;es e suspens&otilde;es est&atilde;o prejudicando as tentativas do Milan de consertar suas falhas na defesa. 17 de dezembro.REUTERS/Alessandro Garofalo.</p>