Inter quer manter Adriano e descarta proposta por Milito

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 16:30 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O diretor da Inter de Milão, Gabriele Oriali, afirmou que o clube tem a intenção de manter o polêmico atacante brasileiro Adriano e não fará oferta pelo goleador argentino do Genoa, Diego Milito.

"Não acredito que traremos nada no mercado de transferências de janeiro", declarou Oriali, citado pelo site da Inter (www.inter.it).

"Nunca dissemos que Adriano sairia. A intenção de todos é mantê-lo. Depende exclusivamente dele", acrescentou.

Adriano não tem uma boa relação com o técnico português José Mourinho, que o deixou de fora da equipe pelas atitudes pouco profissionais do atacante.

Adriano teve alguns desentendimentos com o treinador anterior da Inter, Roberto Mancini, que na temporada passada optou pelo empréstimo do jogador para o São Paulo.

O capitão da Inter, o argentino Javier Zanetti, disse no sábado que a diretoria pretende manter Adriano, embora tenha ressaltado que uma mudança de atitude do atacante é necessária.

"Ele deve entender que nós queremos que seja feliz e que queremos que trabalhe como os demais para estar contente consigo mesmo e contribuir com os resultados da equipe", afirmou Zanetti.

Entretanto, o interesse da líder do Campeonato Italiano em Milito --que é o artilheiro da competição com 12 gols-- aumentou nos últimos tempos, embora diretores tenham deixado claro que a chegada do argentino dependeria da saída de Adriano.