Goleiro do Espanyol diz que lamenta ter agredido torcedor

terça-feira, 6 de janeiro de 2009 11:38 BRST
 

MADRI (Reuters) - O goleiro do Espanyol Carlos Kameni disse que lamenta pelo incidente no treino, quando ele partiu para cima de um torcedor que sugeriu não haver motivos para a renovação do contrato do goleiro camaronês com o clube.

O goleiro de 24 anos, cujo contrato com o Espanyol termina no final da temporada, agarrou David Arroyo pelo pescoço antes dos colegas de time afastá-lo do torcedor.

"Eu lamento o que aconteceu. Eu sei que deveria ter ignorado aquelas palavras", disse Kameni na página na Internet do clube (www.rcdespanyol.com).

"Eu não quis, nem tentei, atacar ninguém ou criar qualquer tipo de problema com o meu comportamento, mas é muito difícil escutar certos comentários quando eu estou treinando".

"Eu sempre me dediquei ao máximo no treino e nas partidas. Eu sou muito auto-crítico. Eu não aceitei o comentário a meu respeito porque isso me entristece bastante, por conta da minha situação pessoal e do time".

Uma torcida organizada do Espanyol, a Federacio Catalana de Penyes, disse em comunicado na Internet que Kameni não merece vestir a camisa do clube e pediu para que o goleiro seja punido da maneira mais dura possível.

(Reportagem de Iain Rogers)