Scolari não pode falhar na partida contra Manchester United

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009 13:31 BRST
 

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - Luiz Felipe Scolari pode ficar desempregado caso o Chelsea, time que ele dirige, perca para o Manchester United no domingo.

Se chegar à final da Liga dos Campeões pela primeira vez e perdê-la nos pênaltis não foi suficiente para manter Avram Grant, predecessor de Scolari, no cargo, então é melhor Felipão tomar cuidado.

Os agenciadores de apostas britânicos suspenderam nesta semana as apostas de que Scolari seria o próximo técnico do campeonato inglês a ser demitido, tamanha é a expectativa em torno do jogo.

O Chelsea está em segundo lugar, três pontos atrás do Liverpool e quatro à frente do United, que tem dois jogos a menos.

Vitórias nos primeiros oito jogos fora mantiveram o Chelsea no topo da classificação, mas os empates recentes com o Everton e o Fulham, combinados com as performances fracas em casa, deram um duro golpe no time.

E foi só porque os adversários também tiveram falhas inesperadas que o time de Londres conseguiu não ficar muito atrás.

O empate em casa pela FA Cup com o Southend, da terceira divisão, no fim de semana passado, aumentou o desapontamento dos fãs, que não estão felizes com a estratégia de Scolari e o aparente desânimo dos jogadores.

O meia Frank Lampard continua em boa forma, no entanto. "A publicidade em torno do Chelsea está de uma forma que as pessoas pulam em cima do time assim que ele perde alguns pontos. Mas o Liverpool e o United também perderam pontos e o Arsenal está atrás da gente", disse Lampard.

"Um jogo contra o Manchester United sempre será uma grande batalha... Estamos numa posição, agora, em que realmente queremos um resultado", acrescentou o jogador.

 
<p>Luiz Felipe Scolari pode ficar desempregado caso o Chelsea, time que ele dirige, perca para o Manchester United no domingo. Se chegar &agrave; final da Liga dos Campe&otilde;es pela primeira vez e perd&ecirc;-la nos p&ecirc;naltis n&atilde;o foi suficiente para manter Avram Grant, predecessor de Scolari, no cargo, ent&atilde;o &eacute; melhor Felip&atilde;o tomar cuidado. REUTERS/Stephen Hird</p>