Beckham fica no banco em seu primeiro jogo pelo Italiano

sábado, 10 de janeiro de 2009 13:55 BRST
 

ROMA (Reuters) - Emprestado ao Milan, o meio-campista David Beckham ficará no banco em seu primeiro jogo válido pelo Campeonato Italiano, que será fora de casa contra a Roma no domingo, disse Carlo Ancelotti, técnico do time.

O jogador, que pertence ao Los Angeles Galaxy, ficará no Milan por dois meses para estar mais próximo da seleção inglesa, não jogou sequer uma partida oficial desde o fim da temporada norte-americana, em outubro último.

"Beckham estaria pronto para jogar ainda que ele estivesse parado por dois meses. Mas é realmente difícil dar a ele um lugar no time titular no jogo de amanhã contra o Roma", disse Ancelotti em uma entrevista coletiva neste sábado.

Beckham jogou o primeiro tempo de um amistoso com o Hamburgo, disputado em Dubai na última terça-feira, que terminou empatado por 1 x 1.

O Milan, terceiro colocado no Italiano, volta à ação no campeonato depois de uma pausa de meio de temporada de três semanas.

O inglês de 33 anos e seus representantes seguem dizendo que ele retornará ao Galaxy no começo de março para a próxima temporada da Major League Soccer (MLS). No entanto, Ancelotti ficaria feliz em mantê-lo caso a situação mude.

"Ele está pronto para nos ajudar de maneira importante e nós no Milan estamos felizes de tê-lo conosco, mesmo que seja por apenas dois meses", disse o técnico.

"Se ele quiser continuar conosco, seria ótimo, mas o contrato que ele tem com o Milan é bem claro e eu acho que ele irá respeitá-lo."

Ancelotti disse que ainda não conversou sobre Beckham com Fabio Capello, técnico da seleção inglesa, que jogará um amistoso contra a Espanha em fevereiro, partida que pode ser a 108a convocação de Beckham para o selecionado de seu país, fato que igualaria o recorde de Bobby Moore.

"Se ele quiser um relatório, eu só terei coisas positivas a dizer (sobre Beckham), porque eu já treinei muitos jogadores e não é fácil encontrar um com o profissionalismo que Beckham vem mostrando", acrescentou ele.