Federer questiona favoritismo de Murray para Aberto da Austrália

terça-feira, 13 de janeiro de 2009 15:23 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE (Reuters) - O número dois do mundo, Roger Federer, reagiu com surpresa na terça-feira quando questionado sobre o que achava de os apostadores apontarem o britânico Andy Murray como favorito para o Aberto da Austrália, que começa na próxima semana.

"Ele é o favorito?", perguntou Federer aos repórteres durante entrevista. "Bom para ele. Isso não o ajudará muito", acrescentou o suíço, sorrindo.

Murray, que perdeu para Federer a final do Aberto dos EUA no ano passado, parece ser o jogador melhor preparado neste início de temporada, tendo derrotado Federer e o líder do ranking mundial, Rafael Nadal.

Federer, entretanto, foi rápido em dizer que o favoritismo dos apostadores não necessariamente se traduz em sucesso.

"Já estive nesta posição antes e não funcionou", declarou o vencedor de 13 torneios Grand Slam.

"Me surpreende que os apostadores estejam dizendo isso porque ele não ganhou um Slam. Novak (Djokovic) venceu aqui no ano passado. Rafa (Rafael Nadal) teve uma temporada incrível no ano passado. Eu ganhei o último Slam da temporada, então é surpreendente ouvir isso."

Porém, Federer admite que Murray, que tem cinco vitórias em sete partidas no ano após derrotar o suíço na final de Doha semana passada e está em quarto lugar no ranking, melhorou muito nos últimos 12 meses.

"Ele é um excelente jogador, tem boa tática e tornou-se muito confiante. Ele consegue se colocar em uma posição vencedora, mas ganhar um Grand Slam é diferente", disse Federer.

"Não foram muitos que conseguiram vencer Grand Slams nos últimos anos."