Milan confirma reunião com City; Kaká diz estar feliz na Itália

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009 15:58 BRST
 

Por Antonella Ciancio

MILÃO (Reuters) - O presidente-executivo do Milan, Adriano Galliani, se encontrou com representantes do Manchester City na terça-feira para discutir o futuro de Kaká, mas o brasileiro afirmou que está feliz na Itália.

"Galliani recebeu uma delegação do Manchester City ontem, em Milão, como gesto de cortesia, como sempre acontece nesses casos", disse o Milan em um comunicado nesta quarta-feira. "Não há negociações no momento".

Kaká disse à Sport Mediaset que está feliz em San Siro.

"Quero envelhecer no Milan", afirmou ele. "Meu desejo é tornar-me capitão desta equipe. Já rejeitei algumas grandes propostas."

Procurada pela Reuters, a assessoria de imprensa de Kaká disse que ele "não falará nada no momento".

O Milan não disse se uma oferta foi feita pelo jogador brasileiro e se o clube está disposto a aceitar qualquer proposta.

O presidente do Milan, Silvio Berlusconi, disse na terça-feira: "Espero que o jogador não esteja à venda".

Reportagens disseram que o City, que é atualmente o clube mais rico do mundo depois de ser assumido pelo grupo Abu Dhabi United, fez uma oferta de 100 milhões de euros (132 milhões de dólares) por Kaká, 26, que ganhou a Bola de Ouro e o prêmio de Melhor Jogador do Ano da Fifa, em 2007.

A equipe inglesa, que conta com Robinho, também estaria interessada no brasileiro Dida, atual goleiro reserva do Milan.

O clube italiano rejeitou interesse do Real Madrid por Kaká no passado enquanto a imprensa informou que o Chelsea já esteve de olho no meia-atacante.