Ron Dennis deixa de ser chefe da equipe McLaren após 28 anos

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009 16:49 BRST
 

Por Alan Baldwin

WOKING, Inglaterra (Reuters) - Depois de 28 anos como chefe da equipe da McLaren na Fórmula 1, Ron Dennis deixará o cargo no dia 1o de março e o passará ao diretor-executivo Martin Whitmarsh.

"Este é absolutamente o momento para Martin assumir o trabalho como dirigente da equipe", disse Dennis a repórteres na fábrica da McLaren, após o campeão mundial Lewis Hamilton e seu colega de equipe Heikki Kovalainen apresentarem o novo carro MP4-24, na sexta-feira.

"Depois de 1 de março, ele ficará com essa responsabilidade. Eu ainda irei às corridas, não a todas, porque sou apaixonado pela Fórmula 1", acrescentou o britânico de 61 anos, dirigente da equipe desde 1981.

"Pretendo trabalhar mais duro e assumir maiores responsabilidades em determinadas áreas-chave dentro do grupo. Serei um presidente-executivo completo e ainda terei muitas outras responsabilidades."

"Mas está na hora e esta é uma decisão 100 por cento minha, é o que quero fazer", afirmou Dennis, cuja atenção obsessiva aos detalhes tem sido a força motriz no sucesso da McLaren nas pistas.

A temporada de 2009 da Fórmula 1 começa com o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne, em 29 de março, e Dennis disse que estará lá como de hábito.

O britânico, que começou na Fórmula 1 como mecânico da equipe Cooper em 1966 e obteve títulos na McLaren com campeões como Ayrton Senna e Alain Prost, permanecerá co-proprietário da equipe (cujos carros têm motores Mercedes) com uma parcela de 15 por cento.

TRABALHO DURO   Continuação...

 
<p>Campe&atilde;o mundial de F1 Lewis Hamilton cumprimentando o chefe da McLaren, Ron Dennis, na Inglaterra. Foto de novembro de 2008.Dennis deixa de ser chefe da equipe McLaren ap&oacute;s 28 anos. REUTERS/Toby Melville</p>