Sérvios e bósnios entram em confronto no Aberto da Austrália

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 09:41 BRST
 

Por Julian Linden

MELBOURNE (Reuters) - A violência dos Bálcãs chegou na sexta-feira ao Aberto de Tênis da Austrália, onde dezenas de torcedores sérvios e bósnios protagonizaram uma briga depois da vitória de Novak Djokovic sobre Amer Delic.

Os envolvidos atiraram cadeiras contra os rivais e trocaram socos e pontapés. A polícia prendeu dois homens e expulsou outros 30 da quadra.

Uma mulher pareceu desmaiar após ser atingida por uma cadeira, mas a polícia disse que não houve ferimentos graves.

A briga começou num jardim fora da quadra central, e depois se estendeu para dentro do Melbourne Park.

O inspetor Chris Duthie disse que um homem foi indiciado por comportamento agressivo e por soltar um foguete; o outro preso foi multado e liberado no local.

"O assunto foi tratado de forma muito rápida e eficaz pela polícia, e não esperamos mais problemas", disse Duthie. "Temos uma presença policial muito efetiva aqui. Não se pode impedir que tudo aconteça, mas vamos garantir que esse tipo de coisa não aconteça (outra vez)."

O Aberto da Austrália tem sido marcado por uma série de brigas nas arquibancadas. Há dois anos, cerca de 150 sérvios e croatas se engalfinharam, e em 2008 a polícia teve de usar gás-pimenta contra um grupo de arruaceiros gregos. Dois dias atrás, duas pessoas foram expulsas depois de brigarem num bar após a partida entre o croata Marin Cilic e o sérvio Janko Tipsarevic.

Havia forte presença policial na quadra central na sexta-feira para o jogo entre o sérvio Djokovic e o norte-americano de origem bósnia Delic.   Continuação...