Gerrard nega ter agredido homem em bar

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 15:07 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O meia inglês do Liverpool Steven Gerrard, acusado de agredir um homem em um bar no mês passado, disse a uma corte nesta sexta-feira que é inocente.

O capitão do Liverpool foi detido em 29 de dezembro após a polícia ter sido chamada ao Lounge Bar, em Southport, norte de Liverpool.

O empresário Marcus McGee, de 34 anos, precisou ser levado ao hospital por conta de ferimentos no rosto após a confusão.

Gerrard foi liberado sob pagamento de fiança e terá de comparecer ao tribunal novamente em 20 de março, um dia antes do Liverpool jogar contra o Aston Villa pela Campeonato Inglês.

O técnico do Liverpool, Rafael Benítez, disse que o clube está apoiando Gerrard.

"Eu estava assistindo ele no treino hoje e ele marcou dois ou três gols, e isso é muito positivo. Ele está bem", disse Benítez no website do clube. "Ele tem nosso inteiro apoio, e ele sabe disso".

Outros dois homens, John Doran, 29 anos, e Ian Smith, 19 anos, ambos de Liverpool, também são acusados pelas mesmas agressões.

(Reportagem de Michael Holden)

 
<p>O meia ingl&ecirc;s do Liverpool Steven Gerrard, acusado de agredir um homem em um bar no m&ecirc;s passado, disse a uma corte nesta sexta-feira que &eacute; inocente. REUTERS/Phil Noble</p>