Caso de Robinho é alerta para estrelas da seleção,diz supervisor

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 19:46 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O incidente envolvendo o atacante Robinho, acusado de estupro na Inglaterra, preocupou a comissão técnica da seleção brasileira e serve de lição para os jogadores renomados da equipe, segundo o supervisor de seleções da CBF, Américo Faria.

"É evidente que em se tratando de uma estrela da seleção nos preocupa, mas ninguém melhor que o atleta para esclarecer o que aconteceu," disse Américo Faria a jornalistas, nesta quarta-feira.

Segundo Américo, os " famosos precisam se precaver nos momentos livres e nos horários de diversão".

Robinho, que esta semana foi convocado para o amistoso do mês que vem contra a Itália, falou por telefone nesta quarta com o técnico Dunga, que deu um voto de confiança ao jogador após ouvir suas explicações. O ex-atacante do Santos é um dos líderes do grupo montado por Dunga para a Copa de 2010, na África do Sul.

"É preciso cuidar da imagem, saber onde está e o que está fazendo. Tem que cuidar bem para não haver manchas," acrescentou o supervisor da seleção.