México perde novamente, e prioridades de Eriksson já são outras

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009 20:36 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Quando Sven-Goran Eriksson assumiu como técnico da seleção do México, em junho do ano passado, falava-se sobre as possibilidades de o técnico sueco levar o time às semifinais da Copa do Mundo pela primeira vez.

Pouco mais de seis meses depois, já existem dúvidas inclusive se ele conseguirá classificar o time ao Mundial de 2010, na África do Sul.

Derrotas fora de casa para Honduras e Jamaica nas eliminatórias para a Copa deram munição aos críticos de Eriksson, que acusaram o treinador de não estar pronto para o futebol mexicano.

As dores de cabeça do sueco aumentaram ainda mais na quarta-feira, quando o time foi derrotado por 1 x 0 pela Suécia, em Oakland.

O México, que venceu apenas um de seus últimos seis jogos, mostrou pouca criatividade e entregou um gol de presente, ao perder a bola na saída da defesa.

"Temos que tentar marcar os gols quando temos a oportunidade", disse Eriksson, segundo o site da federação mexicana de futebol. "Também cometemos erros na defesa."

A derrota não poderia ter acontecido num momento pior, uma vez que o México visitará o arqui-rival Estados Unidos no dia 11 de fevereiro, pelas eliminatórias do Mundial.

O jogo abre a fase final das eliminatórias da Concacaf, que será disputada entre seis equipes. Os três primeiros se classificam diretamente para a África do Sul, e o quarto colocado joga uma repescagem contra o quinto colocado da América do Sul.