Abatido, Federer lamenta derrota na final do Aberto da Austrália

domingo, 1 de fevereiro de 2009 15:06 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE (Reuters) - O tenista número dois do mundo, Roger Federer, lamentou tudo que não aconteceu depois de perder uma final eletrizante de cinco sets para Rafael Nadal no Aberto da Austrália, neste domingo.

Federer buscava igualar um recorde de 14 títulos de Grand Slam em Melbourne, mas se deparou com um Nadal determinado que lhe arrebatou o troféu em parciais de 7-5, 3-6, 7-6, 3-6 e 6-2.

"Esta é uma das partidas que sinto que poderia, ou deveria ter ganhado", disse um abatido Federer, que também perdeu uma final de cinco sets para Nadal em Wimbledon, em julho passado.

"Mas não se pode passar toda a vida de tenista ganhando todas. Você tem que viver com as derrotas, mas elas machucam mais quando você chega tão perto, como em Wimbledon ou aqui", acrescentou.

"Essa é a parte dura. Mas não tenho arrependimentos, então tudo bem."

Federer, que esperava igualar o recorde de Pete Sampras de 14 Grand Slams, só confirmou seis de 19 chances de quebra de serviço.

"Eu tive muitas chances", disse ele. "No primeiro set, tive uma quebra de vantagem duas vezes. Tive chances, mas as desperdicei, e me custaram caro."

Federer também errou muitos saques, acertando apenas 52 por cento de seus primeiros serviços, e admitiu que se tratou de um fator decisivo no jogo.   Continuação...

 
<p>O tenista n&uacute;mero dois do mundo, Roger Federer, lamentou tudo que n&atilde;o aconteceu depois de perder uma final eletrizante de cinco sets para Rafael Nadal no Aberto da Austr&aacute;lia, neste domingo. REUTERS/Tim Wimborne (AUSTRALIA)</p>