7 de Fevereiro de 2009 / às 14:20 / em 9 anos

Brasil conquista título do sub20; Argentina quase de fora

<p>O Brasil conquistou na sexta-feira o t&iacute;tulo do Campeonato Sul-Americano de Futebol sub-20, depois de vencer a Col&ocirc;mbia por 2 x 1 e aproveitar o empate por 2 x 2 entre Uruguai e Paraguai, enquanto a Argentina se lamentava por apenas empatar por 1 x 1 com a Venezuela. REUTERS/Henry Romero</p>

CARACAS (Reuters) - O Brasil conquistou na sexta-feira o título do Campeonato Sul-Americano de Futebol sub-20, depois de vencer a Colômbia por 2 x 1 e aproveitar o empate por 2 x 2 entre Uruguai e Paraguai, enquanto a Argentina se lamentava por apenas empatar por 1 x 1 com a Venezuela.

A quarta rodada do hexagonal final do torneio disputado na Venezuela serviu para que o Uruguai assegurasse sua vaga para o Campeonato Mundial sub-20, que será disputado em setembro próximo no Egito. A Argentina se salvou de uma eliminação inédita ao marcar o gol de empate aos 47 minutos do segundo tempo.

Paraguai, Argentina, Colômbia e Venezuela disputam as duas últimas vagas para o mundial que será jogado na África na última rodada, que acontece no domingo.

Os brasileiros aumentaram sua hegemonia na categoria juvenil do continente, e reeditaram o título que haviam ganhado na edição de 2007, o que faz o Brasil chegar ao décimo campeonato conquistado desde 1954, quando a competição teve início.

O Brasil, única equipe que ganhou as quatro partidas do hexagonal final do torneio, mostrou vontade para decidir logo o duelo que foi disputado no estádio José Antonio Anzoátegui, na cidade de Puerto La Cruz, região leste da Venezuela.

Wálter acertou a trave do gol colombiano com uma cabeçada aos 22 do primeiro tempo. E aos 31 da mesma etapa, ele abriu o placar com um voleio executado na grande área do rival.

O domínio do Brasil se acentuava e a Colômbia tentava refrear o ímpeto ofensivo de seu adversário. Aos 35 minutos da primeira etapa, Douglas Costa fez o segundo com um belo chute.

No segundo tempo, o Brasil criou mais três chances de gol, duas delas evitadas por boas defesas do goleiro Andrés Mosquera.

A Colômbia melhorou na etapa final, principalmente graças à atuação do atacante Cristian Mejía, que sofreu um pênalti aos 28 minutos do segundo tempo. Seu companheiro Hernán Pertuz converteu a penalidade máxima.

Já o Uruguai teve que se esforçar muito em seu duelo com os paraguaios para marcar o ponto que precisava para garantir seu lugar na principal competição da categoria neste ano.

Os dois times jogaram de maneira ofensiva porque um triunfo para qualquer um dos lados assegurava a classificação do vitorioso. O empate só servia aos uruguaios.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below