Com Maradona, Argentina ganha moral e regularidade

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009 16:34 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Diego Maradona já está fazendo diferença como técnico da Argentina, conseguindo fazer com que sua equipe apresente a regularidade que faltava com seu antecessor, Alfio Basile.

Maradona enfatizou a necessidade de motivar os jogadores a defender a seleção desde sua nomeação como técnico, em outubro, e sua presença na lateral do campo parece ter tido um grande impacto na equipe.

O desempenho convincente na vitória de 2 x 0 sobre a França, em Marselha, na quarta-feira, fez lembrar seu repetido discurso de que, para ele, não existem amistosos.

"A coisa mais notável foi que o time ganhou confiança e segurança na defesa", disse o jornal argentino La Nacion.

Enquanto Lionel Messi foi elogiado por marcar o impressionante segundo gol da Argentina, o zagueiro Martin Demichelis também ganhou destaque por sua excelente partida.

A parceria entre Javier Mascherano, capitão do time após Maradona dizer que ele personificava o espírito que ele quer ver no time, e Fernando Gago deu ao meio-campo um aspecto robusto.

A Argentina, que venceu apenas um de oito jogos fora de casa antes da chegada de Maradona, venceu seus dois jogos com o novo técnico, sem levar nenhum gol.

O primeiro jogo competitivo será contra a Venezuela, dia 28 de março, pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2010.

(Reportagem de Brian Homewood)

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o da Argentina Diego Maradona comemora gol durante jogo amistoso contra a Fran&ccedil;a, em Marselha, na quarta-feira. A Argentina derrotou a sele&ccedil;&atilde;o local por 2 x 0, com desempenho convincente. REUTERS/Jean-Paul Pelissier (FRANCE)</p>