February 14, 2009 / 2:01 PM / in 8 years

Prazo para Milan contratar Beckham se esgota

5 Min, DE LEITURA

Por Mark Lamport-Stokes

LOS ANGELES (Reuters) - O pedido de transferência permanente de David Beckham do Los Angeles Galaxy para o Milan, clube pelo qual está jogando por empréstimo, fracassou na sexta-feira, quando o time italiano não conseguiu aumentar sua oferta pelo meio-campista da seleção inglesa.

Beckham, que foi para o Galaxy em 2007, expressou seu desejo de permanecer no time que disputa o Campeonato Italiano na tentativa de disputar mais um Copa do Mundo pela Inglaterra no ano que vem, na África do Sul.

"O prazo final de hoje imposto pelo comissário da Federação Americana de Futebol, Don Garber, para se chegar a uma definição em relação à transferência de David Beckham para o Milan se esgotou e nós não recebemos nenhuma oferta aceitável pelo jogador", declarou Bruce Arena, gerente-geral da equipe, em um comunicado.

"Como resultado disso, David continua sendo jogador do LA Galaxy e estamos ansiosos para tê-lo de volta no clube em 9 de março", acrescentou.

O Galaxy havia rejeitado a oferta inicial do Milan na semana passada.

No início desta semana, Garber estipulou ao clube o prazo final de sexta-feira para resolver a questão e o Milan, de acordo com a imprensa italiana, fez uma última oferta pelo jogador inglês na quinta-feira.

Numa carta para Tim Leiweke, chefe-executivo do AEG, o grupo de entretenimento proprietário do Galaxy, Garber disse que qualquer acordo entre os dois clubes seria apoiado se o problema fosse resolvido até 13 de fevereiro.

"Nós estamos preparados para apoiar a mudança de David para o Milan por uma taxa de transferência que represente o valor de seus serviços ao Galaxy e ao campeonato", escreveu Garber.

"Entretanto, se a questão não for resolvida até o final da semana, será difícil, se não impossível, para nós continuarmos com a transferência", continuou ele.

Garber confirmou, entretanto, que Beckham tem uma cláusula em seu contrato de cinco anos com o Galaxy e a federação que permite que ele deixe os Estados Unidos ao final da temporada de 2009.

Oferta Alta

Na semana passada, o Galaxy rejeitou a primeira oferta do Milan por Beckham, dizendo que o ex-capitão da Inglaterra retornaria a Los Angeles na data prevista a menos que os italianos fizessem uma oferta substancialmente mais alta.

"Se David é definitivamente um bem para este time, nós o queremos de volta", afirmou Leiweke ao jornal Los Angeles Times.

"Se David tem o desejo de vir e nos ajudar a causar o impacto em campo que queremos com ele mas ainda não conseguimos, então ele é um membro importante desse time e nossa intenção é trazê-lo de volta."

"Se David quer terminar a temporada no Milan e o Milan compensar o Galaxy de maneira que não haja danos para nossos torcedores e para nosso time, então podemos pensar no assunto."

"Mas nós deixamos muito claro para eles que esperaríamos David de volta aqui no dia 9 de março. Eles concordaram e entenderam nosso próprio contrato. Eles entenderam que a única maneira de fazermos isso, quando tudo estiver dito e feito, seria em benefício do Galaxy", acrescentou.

Beckham, de 33 anos, se transferiu para os Estados Unidos em meados de 2007 com um contrato de cinco anos como parte de uma tentativa de levar a liga americana a um novo nível.

Depois de marcar apenas cinco gols pelo Galaxy em 30 jogos desde sua chegada, Beckham foi emprestado ao Milan durante o final da temporada americana e se lembrou de como é jogar futebol em alto nível.

Desde que chegou a Itália, ele marcou dois gols em seus cinco primeiros jogos e se alegrou na companhia de craques mundiais.

"Eu sabia que iria me divertir, mas não esperava que fosse tanto", disse Beckham ao jornal italiano Corriere della Sera. "A possibilidade de jogar no Milan é algo especial."

"Todo mundo fez sua parte para eu me sentir bem. Eu realmente fui muito bem-recebido", disse ele.

Beckham, que igualou o recorde de Bobby Moore ao jogar sua 108a partida pela Inglaterra quando saiu do banco para integrar a equipe que perdeu por 2 x 0 para Espanha, se referiu também à grande frustração que ele sentiu jogando pelo Galaxy.

"O campeonato nos Estados Unidos é novo", afirmou. "Acredito que levará mais dez anos para atingir os grandes objetivos. Tenho de admitir que, tendo jogado na Europa, às vezes foi muito frustrante participar de certas partidas", completou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below