Phelps escapa de indiciamento por drogas

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009 20:46 BRT
 

Por Pascal Fletcher

MIAMI (Reuters) - O supercampeão olímpico Michael Phelps não será indiciado por causa da foto em que aparece fumando maconha durante uma festa universitária no ano passado, disse um policial norte-americano na segunda-feira.

Phelps, recordista mundial de medalhas de ouro em uma só Olimpíada (oito em Pequim, no ano passado), já pediu desculpas pela foto, tirada em novembro na Carolina do Sul e publicada no começo do mês por um jornal britânico.

O xerife do Condado de Richland, Leon Lott, em cuja jurisdição fica a universidade, disse que estava procurando provas que pudessem levar a um processo contra os envolvidos. Reagindo ao anúncio de Lott de que tais provas não foram encontradas, Phelps afirmou ter aprendido "lições importantes".

"É um erro que não vou cometer outra vez", disse o nadador de 23 anos em nota.

Lott disse que Phelps tomou uma "decisão ruim" ao consumir maconha, mas acrescentou: "Ele também é humano e pode cometer um erro."

"Tendo investigado profundamente a questão, não acreditamos que tenhamos suficientes indícios para processar ninguém que estivesse presente na festa de novembro", disse Lott em nota.

"Michael Phelps e eu concordamos que algo positivo precisa surgir desse incidente, e isso é a mensagem de não usar drogas", acrescentou.

A USA Swimming, entidade que comanda a natação nos EUA, suspendeu Phelps por três meses por causa da foto, que também lhe custou a perda do patrocínio da empresa de produtos alimentícios Kellogg.   Continuação...