Adriano escapa de punição por gol com o braço contra o Milan

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 12:17 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O atacante Adriano, da Inter de Milão, escapou de uma possível suspensão de dois jogos após ter marcado com ajuda do braço o primeiro gol de seu time na vitória de 2 x 1 no clássico contra o Milan, no domingo.

O comitê disciplinar da liga afirmou nesta terça-feira, em comunicado, que não havia provas suficientes indicando que o brasileiro teria colocado a mão na bola intencionalmente, após rever as imagens da jogada.

Adriano abriu o placar do clássico aos 28 minutos de jogo, após cruzamento do lateral Maicon. Após o jogador escorar de cabeça, a bola tocou em seu braço antes de entrar no gol.

Um incidente parecido aconteceu em outubro, quando Alberto Gilardino, da Fiorentina, acabou suspenso por dois jogos por ter usado o braço para marcar um gol na vitória de 3 x 1 sobre o Palermo. O comitê disciplinar da liga afirmou que o jogador colocou o braço de forma intencional.

A vitória da Inter no domingo deixou o time com uma vantagem confortável de nove pontos na liderança do Campeonato Italiano. O Milan está em terceiro lugar, 11 pontos atrás e praticamente fora da disputa pelo título.

O presidente da Inter, Massimo Moratti, disse que os atuais campeões teriam vencido de qualquer forma, apesar do gol com a mão, mas o técnico do Milan, Carlo Ancelotti, disse que o incidente foi decisivo.

Adriano, que teve desavenças com o técnico José Mourinho na primeira parte da temporada, acabou de retornar aos gramados após ter sido suspenso por 3 jogos por ter acertado um soco num adversário na vitória de 1 x 0 sobre a Sampdoria, quando ele também marcou um gol.

(Reportagem de Mark Meadows)

 
<p>O atacante Adriano, da Inter de Mil&atilde;o, escapou de uma poss&iacute;vel suspens&atilde;o de dois jogos ap&oacute;s ter marcado com ajuda do bra&ccedil;o o primeiro gol de seu time na vit&oacute;ria de 2 x 1 no cl&aacute;ssico contra o Milan, no domingo. REUTERS/Tony Gentile</p>