Ferrari tem problemas com sistema Kers no Barein

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 13:41 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A Ferrari de Kimi Raikkonen teve de ficar parado no pit por mais de três horas nesta terça-feira, por causa de um problema no sistema de recuperação de energia cinética (Kers, na sigla em inglês) durante um teste em Barein.

O sistema Kers recupera e armazena energia elétrica gerada durante a freada.

"Kimi Raikkonen não teve muita sorte em seu último dia de testes em Sakhir. Pouco depois das 11h30, o carro começou a ter problemas com o circuito de resfriamento do Kers, e o piloto finlandês teve de ir para os boxes", informou um comunicado da Ferrari.

O Kers não é obrigatório e as equipes vão decidir se usarão ou não o sistema na corrida de abertura da temporada, na Austrália, no dia 29 de março. Os testes são proibidos durante a temporada.

Os testes no Barein, com participação também da BMW Sauber e da Toyota, foram atrapalhados por tempestades de areia em dois dias da semana passada.

 
<p>Kimi Raikkonen, da Ferrari, durante treino da equipe no circuito de Sakhir, no Barein, nesta ter&ccedil;a-feira. REUTERS/Hamad I Mohammed</p>