Irmãos do Nepal tentam bater recorde de horas no topo do Everest

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009 10:16 BRT
 

Por Gopal Sharma

KATMANDU (Reuters) - Três irmãos nepaleses da etnia sherpa planejam passar 24 horas no topo do monte Everest, batendo o recorde de maior estadia no ponto mais alto do mundo, disse um dos alpinistas na quarta-feira.

Pemba Dorje Sherpa, 31, disse que será acompanhado por seus dois irmãos -- Numa Gyalzen Sheroa, 23, e Phurba Tenzing sherpa, 20 -- no caminho até o cume, que fica a 8.850 metros, em maio.

"Vamos passar 24 horas em uma barraca que montaremos no cume e vamos estabelecer um novo recorde", disse Pemba à Reuters.

"Vamos carregar uma estátua dourada de Buda e rezar pela paz mundial no cume, durante o tempo em que ficaremos lá", disse.

Em 2004, Pemba estabeleceu o recorde de mais rápida escalada do Everest -- oito horas e 10 minutos.

Os alpinistas geralmente levam mais de três dias para percorrer a distância entre o acampamento-base, a cerca de 5.300 metros, até o cume.

A maioria dos alpinistas também passa somente alguns minutos no topo, tirando fotos. Eles se apressam para descer para partes mais baixas, a fim de economizar oxigênio. Somente alguns alpinistas passaram mais do que duas horas no cume.

O recorde atual de maior tempo passado no cume do Everest foi estabelecido por outro nepalês, Babu Chiri Sherpa, que, em 1999, passou 20 horas no tipo. Babu morreu dois anos depois, ao escalar a mesma montanha.   Continuação...