Platini diz que não há plano B para Euro 2012

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009 17:08 BRT
 

Por Darren Ennis

BRUXELAS (Reuters) - O presidente da Uefa, Michel Platini, disse nesta quarta-feira que não há nenhum "plano B" para realizar a Eurocopa de 2012 fora de Polônia e Ucrânia, e declarou sua confiança na capacidade de ambos os países de sediarem o torneio.

A entidade responsável pelo futebol europeu havia criticado Varsóvia e Kiev pelos atrasos nos preparativos, e Platini havia dito que os dois países corriam risco de perder o direito de sediar o evento a menos que acelerassem o ritmo dos preparativos.

Na Polônia e na Ucrânia, houve bastante especulação na imprensa afirmando que a Uefa já teria começado a buscar alternativas, desde mudar o evento inteiro para apenas um país, como a Espanha, ou dividi-lo entre Alemanha e Polônia, que teria feito mais progresso que a Ucrânia.

"Não há plano alternativo. Não há plano B para a Euro 2012", disse Platini a repórteres durante visita ao Parlamento Europeu, em Bruxelas.

"Ainda temos algumas preocupações e isso será um desafio. Mas os estádios estão sendo feitos e acho que iremos à Polônia e à Ucrânia. Hoje acho que teremos sucesso nesse desafio."

Platini confirmou que o comitê-executivo da Uefa tomará uma decisão final em maio se Polônia e Ucrânia estarão prontas a tempo para realizar o torneio, e, em caso positivo, quais serão as cidades a receber partidas.

 
<p>Presidente da UEFA Michel Platini durante audi&ecirc;ncia no Parlamento Europeu nesta quarta-feira. Platini disse que n&atilde;o h&aacute; plano B para Euro 2012. REUTERS/Yves Herman (BELGIUM)</p>