Werder elimina Milan da Copa da Uefa; CSKA, de Zico, avança

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009 19:37 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O Milan, um dos favoritos a conquistar o título da Copa da Uefa, foi eliminado da competição na primeira fase de mata-mata, nesta quinta-feira, pelo Werder Bremen, enquanto o CSKA Moscou, do técnico Zico, despachou o time inglês Aston Villa para também se garantir nas oitavas-de-final.

Depois de um empate por 1 x 1 no primeiro jogo, Andrea Pirlo colocou o Milan em vantagem na partida em casa de pênalti, aos 27 minutos de jogo, e o atacante Alexandre Pato aumentou a vantagem, seis minutos depois, com um forte disparo de fora da área.

Os alemães, que jogavam melhor até sofrer o primeiro gol e ainda perderam várias chances depois do gol de Pato, conseguiram a vaga graças a dois gols do atacante peruano Claudio Pizarro no segundo tempo.

O primeiro saiu aos 23 minutos, quando Pizarro aproveitou cobrança de falta do meia Diego. O peruano usou a cabeça novamente para marcar o gol da classificação, a 12 minutos do final do jogo. O Werder avançou graças à regra dos gols marcados fora de casa.

"É assim que eu gosto de ver o Werder jogar, com muita dedicação, raça e vontade. Mesmo estando atrás no placar no primeiro tempo, não perdemos a esperança. Fomos para cima deles no segundo tempo e conseguimos o empate que nos deu a classificação. O time todo está de parabéns", disse Diego depois da partida.

Mais cedo, o CSKA Moscou também selou sua classificação às oitavas-de-final ao vencer o Aston Villa, em casa, por 2 x 0. O atacante Vágner Love, que já havia marcado para o time russo no empate de 1 x 1 fora de casa, voltou a balançar as redes em casa, fechando o marcador depois de Yuri Zhirkov ter marcado o primeiro do time treinado por Zico.

O Manchester City, de Robinho e Elano, avançou também, ao vencer o FC Copenhagen por 2 x 1, em casa, (4 x 3 no resultado agregado). Os gols do time inglês foram marcados pelo atacante Craig Bellamy.

 
<p>Jogadores do Werder Bremen celebram elimina&ccedil;&atilde;o do Milan e avan&ccedil;o para pr&oacute;xima fase da Copa da Uefa. REUTERS/Alessandro Garofalo</p>