Ecclestone pretende levar Fórmula 1 a Roma até 2013

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009 12:06 BRT
 

ROMA (Reuters) - Roma pode receber um grande prêmio de Fórmula 1 até 2013 se a capital italiana atender às exigências necessárias, de acordo com Bernie Ecclestone, o responsável comercial da categoria.

A cidade está trabalhando num projeto de Maurizio Flammini, ex-piloto de Fórmula 1 e promotor mundial da superbike, para que seja realizada uma corrida no distrito EUR, nas cercanias da capital.

"Roma é um cenário único. Conversei com Flammini e poderia levar uma corrida para lá até 2013 sob algumas condições", escreveu Ecclestone em uma carta ao prefeito de Roma, Gianni Alemanno.

"Também estou disposto a fornecer o apoio necessário para realizar este evento na sua cidade."

Autoridades locais vão formar um comitê de promoção da corrida se o senador Andrea Augello, que foi designado pelo prefeito para realizar a organização preliminar e o estudo de viabilidade financeira, aprovar um relatório sobre a corrida até o final de março.

"Estou muito confiante que poderemos dar luz verde", disse Augello à Reuters nesta sexta-feira.

O projeto, no entanto, tem sido alvo de críticas. O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, não está entusiasmado, enquanto o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, afirmou que uma corrida em Roma seria impensável, a menos que fosse realizada uma única vez.

(Reportagem de Paul Virgo)