Escócia e País de Gales desistem de tentar sediar Euro 2016

segunda-feira, 2 de março de 2009 13:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Escócia e País de Gales desistiram dos planos de organizar a Eurocopa de 2016 devido às exigências financeiras maiores após a ampliação do torneio, informaram as associações de futebol de ambos os países nesta segunda-feira.

A Euro 2012, dividida por Ucrânia e Polônia, será a última Eurocopa com 16 seleções, após a Uefa ter decidido no ano passado expandir o torneio para 24 participantes.

"A infra-estrutura exigida para o novo torneio mais amplo torna extremamente difícil para nós até mesmo considerar ser sede", disse o presidente-executivo da associação escocesa, Gordon Smith, ao site da entidade.

"Além dos estádios exigidos, a pressão por transporte, centros de treinamento e acomodação seria grande demais. Queremos realizar um grande torneio aqui na Escócia, mas, particularmente nesses tempos de dificuldade econômica, temos que ser realistas sobre os altos custos envolvidos", acrescentou.

(Reportagem de Mitch Phillips)