Carro da McLaren não é tão rápido quanto gostaríamos--Ron Dennis

quarta-feira, 11 de março de 2009 15:01 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O novo carro da McLaren precisa ser mais rápido e a equipe do atual campeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, tem tempo para se tornar veloz, disse nesta quarta-feira o presidente executivo da escuderia, Ron Dennis.

"É verdade que o carro não é tão rápido quanto gostaríamos que fosse", disse o dirigente da McLaren à Reuters Television antes da abertura de uma exibição sobre a Fórmula 1 no Museu de Ciência de Londres.

"Mas ainda estamos nos primeiros dias e ainda teremos alguns testes pela frente e alguns desenvolvimentos, que vão refletir no nosso desempenho", acrescentou.

A primeira corrida da temporada é na Austrália, em 29 de março, e a McLaren tem apenas a próxima semana antes que entre em vigor a proibição aos testes.

O finlandês Heikki Kovalainen foi o piloto mais devagar na pista durante os treinos de segunda-feira no circuito da Catalunha, em Barcelona, mais de 2,6 segundos atrás do alemão Nick Heidfeld, da BMW-Sauber. Na terça-feira, Kovalainen foi somente o nono entre 11 carros.

A equipes de motores Mercedes também não esteve entre as mais rápidas dias antes em Jerez, com o britânico Hamilton apenas em sétimo na quarta-feira passada e tendo batido no dia seguinte.

"Nesta época do ano todos os nossos testes estão voltados para otimizar o carro visando as corridas", disse Dennis. "Mas a inevitável publicidade que cerca os testes leva algumas equipes menos experientes ou equipes que estão buscando dinheiro a preparar seus carros com o objetivo de fazer uma única volta rápida."

"Claro, uma única volta é muito importante quando se trata do treino de classificação, mas é relativamente sem importância quando se trata de uma corrida. E as equipes disciplinadas estão trabalhando duro em conseguir um ritmo sustentável."

Numa entrevista separada com a BBC, Dennis disse que a McLaren estará lutando pelo título desta temporada, mas reconheceu que a equipe está atrasada na programação.

 
<p>Piloto Lewis Hamilton dirige sua McLaren durante treino na Catalunha, em Barcelona. Para o presidente-executivo da escuderia, Ron Dennis, o carro n&atilde;o &eacute; t&atilde;o r&aacute;pido quanto gostariam. REUTERS/Albert Gea</p>