Maradona voltaria a chamar Riquelme se o meia admitir equívoco

quarta-feira, 11 de março de 2009 21:47 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O técnico da seleção argentina de futebol, Diego Maradona, disse nesta quarta-feira que se o meio-campista Juan Román Riquelme disser ter se equivocado ao renunciar à equipe ficaria feliz em voltar a convocá-lo.

Maradona, que está preparando a equipe para enfrentar a Venezuela e a Bolívia, nas próximas semanas, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo 2010, recebeu na terça-feira sua primeira grande decepção quando Riquelme, meia do Boca Juniors, renunciou à seleção por, segundo ele, não compartilhar com as mesmas idéias de seu treinador.

"Se ele vier e me dizer 'me equivoquei', estarei feliz da vida. Eu priorizo a seleção, a camisa está acima de tudo e o que passou, passou", disse Maradona ao canal de televisão Fox Sports.

Na terça-feira, Riquelme anunciou que não voltaria a jogar pela seleção por diferenças com o treinador.

"Hoje com o técnico da seleção, não pensamos igual e não tenho os mesmos códigos que ele", disse Riquelme.

(Reportagem de Luis Ampuero)

 
<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina de futebol, Diego Maradona, disse nesta quarta-feira que se o meio-campista Juan Rom&aacute;n Riquelme disser ter se equivocado ao renunciar &agrave; equipe ficaria feliz em voltar a convoc&aacute;-lo. REUTERS/Arquivo (ARGENTINA)</p>