Federer diz que paternidade não vai atrapalhar a carreira

domingo, 15 de março de 2009 11:47 BRT
 

Por Simon Cambers

INDIAN WELLS, Califórnia (Reuters) - O futuro pai Roger Federer acredita que a paternidade não irá afetar suas chances de quebrar o recorde de 14 títulos de grand slam pertencente a Pete Sampras.

O suíço e número 2 do mundo revelou no início desta semana que sua namorada, Mirka Vavrinec, está nos primeiros meses de gravidez do primeiro filho do casal.

"Acho que isso não vai atrapalhar muito meu foco no tênis", disse Federer, que conquistou 13 títulos de grand slam, o que o deixa a uma vitória do norte-americano Sampras.

"Eu sempre tive por hábito me afastar um pouco do tênis e só voltar quando estiver preparado para jogar. É por isso que não joguei nas últimas cinco ou seis semanas", afirmou.

"Acho que vai ser mais ou menos assim agora. Não tenho que mudar muita coisa. Se me afetar de alguma maneira, vai ser me motivando a jogar durante muito tempo."

Federer não quis dizer exatamente para quando o bebê é esperado, a não ser que deve chegar no meio do ano.

"Estou muito empolgado. Vinha pensando nisso nos últimos dois ou três anos", acrescentou ele.

"Por isso não é nenhuma grande surpresa para mim. Mas quando de fato acontece de sua namorada estar grávida, com certeza muda seu enfoque", disse.

"De repente você passa a torcer para que tudo corra bem, enquanto antes só fazia piada com o assunto. Estou torcendo para que o bebê nasça saudável e que tudo dê certo", disse.

"Fora isso, é só alegria. E todo mundo ao meu redor, todos com quem converso dizem coisas do tipo 'nossa, que ótima notícia'. Estou curtindo muito."

 
<p>Tenista Roger Federer, durante jogo do torneio de Indian Wells, no s&aacute;bado. O su&iacute;&ccedil;o disse que a paternidade n&atilde;o ir&aacute; afetar sua carreira. REUTERS/Michael Fiala</p>