Equipe Brawn supera mais um obstáculo na Fórmula 1

quinta-feira, 26 de março de 2009 18:16 BRT
 

MELBOURNE (Reuters) - Ross Brawn está ansioso para o que pode ser um fim de semana de estreia vitorioso para sua nova equipe de Fórmula 1, após a Federação Internacional de Automobilismo ter autorizado a participação da escuderia no Grande Prêmio da Austrália de domingo, apesar do protesto de equipes rivais.

Após seis horas de deliberações, os organizadores da corrida e as autoridades do esporte rejeitaram os protestos de Ferrari, Red Bull e Renault de que os difusores aerodinâmicos traseiros nos carros da Brawn, da Toyota e da Williams infringiam as regras do esporte.

Falando nas primeiras horas da madrugada de sexta-feira (em Melbourne) em um paddock quase deserto, o britânico Brawn disse esperar que um ponto final seja colocado nesta controvérsia que ofuscou a chegada de pilotos e equipes para a primeira corrida da temporada.

"Faremos o nosso melhor neste fim de semana. Não sei exatamente onde estaremos, mas é bom deixar os protestos de fora, por que têm sido uma grande distração nas últimas 24 horas desde que desembarcamos em Melbourne", afirmou.

"Tem sido um período um pouco estranho, mas tomara que possamos agora nos focar em tirar o melhor do carro nos próximos dias".

A Brawn GP, que nasceu da antiga escuderia japonesa Honda, se tornou uma das favoritas para vencer em sua estreia na Austrália após os ótimos tempos registrados nos testes pré-temporada, este mês.

A equipe tem como pilotos o brasileiro Rubens Barrichello e o britânico Jenson Button.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>Piloto da Brawn Rubens Barrichello posa para fot&oacute;grafos em Melbourne, palco do GP de abertura da temporada da F1. 26/03/2009. REUTERS/Mark Horsburgh</p>