April 2, 2009 / 11:39 AM / in 8 years

Hamilton é desclassificado e perde pontos do GP da Austrália

3 Min, DE LEITURA

<p>Piloto da MacLaren Lewis Hamilton em coletiva de imprensa no circuito internacional de Sepang. 02/04/2009.David Loh</p>

Por Alan Baldwin

SEPANG, Malásia (Reuters) - O campeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, foi eliminado de seu terceiro lugar na corrida de abertura da temporada, na Austrália, depois que comissários decidiram na quinta-feira que ele e a MacLaren os iludiram deliberadamente para tomar uma decisão errada.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que administra a categoria, disse em um comunicado que Hamilton e sua equipe foram excluídos da classificação da corrida do último final de semana.

O italiano Jarno Trulli, da Toyota, herdou a terceira posição. Ele havia sofrido uma punição de 25 segundos e caído ao 12o lugar após ter ultrapassado Hamilton quando o carro-madrinha entrou na pista.

Os comissários reabriram o inquérito após surgirem "novos elementos" e convocaram Hamilton a comparecer diante deles no circuito de Sepang, onde ocorre no próximo domingo o Grande Prêmio da Malásia.

Eles decidiram que "Hamilton e... a McLaren Mercedes agiram de maneira prejudicial à conduta do evento ao ... deliberadamente iludir os comissários na audiência de domingo".

Os comissários afirmaram que houve uma quebra do código internacional do esporte.

<p>Piloto da McLaren Lewis Hamilton em coletiva de imprensa no circuito internacional de Sepang. 02/04/2009.David Loh</p>

Com o abandono do companheiro de Hamilton, Heikki Kovalainen, em Melbourne, a McLaren está agora na mesma situação da rival Ferrari, sem pontos no campeonato.

Trulli Terceiro

Trulli, que derrapou e foi ultrapassado por Hamilton enquanto eles estavam atrás do carro-madrinha, disse depois da corrida que ele não tinha muita escolha a não ser ultrapassar o britânico novamente.

"Quanto o 'safety car' entrou na pista no final da corrida, Lewis Hamilton me ultrapassou mas logo depois ele reduziu repentinamente e se colocou na lateral da pista", disse o italiano em um comunicado da equipe.

"Eu pensei que ele tinha um problema, então o ultrapassei, pois não havia mais nada a fazer."

Ainda não estava claro o que Hamilton disse aos comissários no inquérito original.

Em outro caso, o alemão Sebastiana Vettel, da Red Bull, pode ter revista a sua pena de perda de dez posições no grid de largada em Sepang.

O diretor da equipe Christian Horner disse que pediu a Vettel para discutir a penalidade com Alan Donnelly, o chefe permanente e sem direito a voto dos comissários da FIA.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below