México demite técnico Eriksson

quinta-feira, 2 de abril de 2009 17:28 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Sven-Goran Eriksson foi demitido nesta quinta-feira do comando da seleção mexicana de futebol após apenas 10 meses no cargo, depois de uma série de resultados ruins.

O treinador sueco, ex-técnico da seleção inglesa e dos clubes Manchester City e Lazio, dirigiu a equipe pela última vez na derrota por 3 x 1 para Honduras, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, na quarta-feira.

Eriksson assumiu a seleção mexicana em junho de 2008, substituindo o ex-jogador Hugo Sánchez, que permaneceu apenas 16 meses no cargo.

Com a derrota para Honduras, o México caiu para o quarto lugar no hexagonal final das eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2010. Se terminar nessa posição, terá que enfrentar uma repescagem contra o quinto colocado da América do Sul por uma vaga no Mundial.

Os três primeiros times da Concacaf --atualmente Estados Unidos, Costa Rica e Honduras-- se classificam de forma direta para o Mundial da África do Sul.

(Reportagem de Carlos Calvo)