Djokovic bate Federer e encara Murray na final de Miami

sábado, 4 de abril de 2009 12:17 BRT
 

Por Simon Evans

MIAMI (Reuters) - Um Roger Federer irreconhecível jogou sua raquete no chão com um sinal de sua frustração ao perder por 3-6, 6-2 e 6-3 para o sérvio Novak Djokovic na semifinal do Masters de Miami na sexta-feira.

Djokovic vai enfrentar Andy Murray na final de domingo, depois de o britânico ter despachado por 6-1, 5-7 e 6-2 o argentino Juan Martin Del Potro.

Murray mostrou um bom jogo defensivo, por duas vezes marcando pontos ao devolver smashes. Mesmo caindo um pouco de ritmo no segundo set, ele dominou o terceiro.

Del Potro chegou às semifinais depois de eliminar o número um do mundo Rafael Nadal na última quinta-feira e o público de Miami, que esperava ao menos um dos dois melhores tenistas do mundo na final, soltou as vozes para apoiar Federer.

Mas o suíço cometeu 47 erros não forçados e não parecia ser o mesmo homem que dominou o esporte por tanto tempo.

Depois de vencer o primeiro set de maneira confortável contra um Djokovic cometendo muitos erros em apenas 25 minutos, Federer caiu muito no segundo set.

Com o vento forte, ele conquistou apenas 57 por cento dos pontos no primeiro saque no segundo set, e ficou ainda pior no terceiro set, quando Djokovic quebrou seu serviço logo na primeira tentativa.

Perdendo por 30-0 no terceiro game do ultimo set, Federer jogou para fora um forehand long e reagiu jogando sua raquete no chão, destruindo-a e provocando vaias da torcida.   Continuação...

 
<p>S&eacute;rvio Novak Djokovic bate Federer no torneio do Masters de Miami, em Key Biscayne. 03/04/2009. REUTERS/Carlos Barria</p>