Trulli fica frustrado com 4o lugar

domingo, 5 de abril de 2009 13:14 BRT
 

Por John O'Brien

SEPANG, Malásia (Reuters) - Jarno Trulli, da Toyota, lamentou sua falta de sorte neste domingo depois de uma combinação de mau tempo e estratégia de equipe que custou ao piloto italiano a grande oportunidade de obter a primeira vitória para a equipe japonesa.

O Grande Prêmio da Malásia terminou após apenas 32 das 56 voltas programadas, devido a uma chuva torrencial que transformou a pista num lago.

Com relâmpagos cruzando o escurecido céu de Sepang tornando impossíveis as condições de dirigibilidade mesmo com um 'safety car' na pista, a corrida foi interrompida e encerrada, com o piloto Jenson Button, da Brawn GP, declarado vencedor e Trulli premiado com o quarto lugar.

O italiano ficou uma posição atrás de seu companheiro de equipe, o alemão Timo Glock, mas almejava a liderança quando a chuva começou e foi infeliz por ser vitima das decisões estratégicas da Toyota.

"Estou muito feliz pela equipe mas sinto que não tive sorte este fim de semana", afirmou Trulli.

"Perdi a pole position por pouco e poderia ter sido um resultado ainda melhor para mim hoje. Eu estava bem na frente e lutando com Rosberg (Williams) pela liderança. Lutei um pouco com a tração, mas foi bem próximo. Então a chuva veio e a equipe decidiu colocar pneus de chuva pesada, que é a estratégia convencional."

SEM CULPA

Trulli lutou muito para manter seu ritmo na pista, já que a chuva não foi inicialmente tão forte quanto o esperado, e outras duas entradas esteve no pit antes de colocar pneus que combinavam com as condições da pista.   Continuação...

 
<p>Equipe da manuten&ccedil;&atilde;o da Toyota ajudam o piloto Jarno Trulli, for&ccedil;ado a parar no Grande Pr&ecirc;mio da Mal&aacute;sia. 05/04/2009. REUTERS/Bazuki Muhammad</p>