Montezemolo diz que Ferrari não pode ser motivo de piadas

terça-feira, 7 de abril de 2009 17:14 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, entregou uma capa de penitência à equipe campeã da Fórmula 1 e pediu que a escuderia não se torne motivo de piadas.

"Seria um eufemismo dizer que as pessoas aqui estão muito zangadas, mas essas mesmas pessoas estão bastante determinadas a reagir", disse Montezemolo após reunião de duas horas e meia, nesta terça-feira, em Maranello, convocada para discutir o pior início de temporada da Ferrari em 17 anos.

"Trouxe comigo uma capa de monge para que todos entendessem que temos que tratar essa situação com humildade, e deixar claro que eu não quero que a gente pareça com algum programa de comédia na TV após cada corrida", acrescentou.

"Brincadeiras a parte, sei que esse grupo é conhecido por seu grande orgulho e que isso irá nos ajudar a sair dessa situação. A equipe permanece unida e tenho total confiança nela."

A Ferrari, vencedora de 8 dos últimos 10 campeonatos de Construtores, ainda não marcou um ponto sequer após as duas primeiras corridas do ano, na Austrália e na Malásia.

A equipe está pagando o preço por ter lutado até o fim pelos títulos de Pilotos e Construtores no ano passado, enquanto outras escuderias, como Brawn Gp e Toyota, puderam concentrar seus esforços em desenvolver seus carros de acordo com os novos regulamentos que entraram em vigor em 2009.

A Brawn, com um difusor traseiro que a Ferrari alega ser irregular, venceu as duas primeiras corridas com o britânico Jenson Button.

No entanto, a Ferrari também cometeu seus próprios erros. O brasileiro Felipe Massa largou apenas em 16o lugar na Malásia após ter sido mantido nos boxes pela equipe, que achou erradamente que ele já estava classificado para a segunda etapa do treino de classificação.

Durante a mesma corrida, Kimi Raikkonen teve suas chances muito prejudicadas pela decisão da equipe de colocar pneus de chuvas com várias voltas de antecedência.