Otimista com candidatura Rio-2016, COB cria comitê de atletas

terça-feira, 7 de abril de 2009 19:08 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O otimismo nunca esteve tão em alta com a escolha do Rio de Janeiro para sediar a Olimpíada de 2016, depois de uma bem sucedida apresentação em Denver, no final de março. E neste clima de euforia, o Comitê Olímpico Brasileiro anunciou nesta terça-feira a criação de um comitê de atletas.

Presidida pelo ex-jogador de vôlei medalhista de prata dos Jogos Olímpicos de 1984, Bernard Rajzman, a comissão terá 19 atletas e como vice-presidente a campeã mundial de basquete Hortência Macari. Na lista estão nomes como Affonso de Miranda Neto, o Doda (hipismo); César Cielo (natação); Daiane dos Santos (ginástica artística); Giovane (vôlei); Gustavo Borges (natação); Gustavo Kuerten (tênis); entre outros.

"Estamos atendendo a uma necessidade do esporte brasileiro com a criação desta comissão, que nasce com total independência e autonomia", afirmou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

A equipe se reuniu nesta terça-feira, no Palácio Guanabara, sede do governo estadual do Rio, para receber a doação de 10 milhões de reais do empresário Eike Batista, incluído como membro de honra na seleção de atletas pelo presidente do COB, que lembrou que o executivo participa de competições náuticas.

"Essa é a maior contribuição já recebida para esta finalidade e espero que outros empresários sigam o exemplo", conclamou o prefeito Eduardo Paes na cerimônia de entrega do cheque.

De acordo com a assessoria do COB, até o momento não foram contabilizadas as doações feitas para a campanha do Rio como sede da Olimpíada de 2016, feitas até o momento quase exclusivamente por membros do comitê empresarial montado para apoiar a candidatura da cidade.

Rio de Janeiro concorre com Chicago, Madri e Tóquio pelo direito de receber os Jogos de 2016. O vencedor será escolhido pelo Comitê Olímpico Internacional em Copenhague em 2 de outubro.

Para o governador Sérgio Cabral, a candidatura do Rio se mostrou ainda mais forte após Nuzman ter apresentado em Denver um mapa mostrando que no mundo inteiro apenas a América do Sul não sediou uma Olimpíada, o que, segundo ele aumentou as chances do Rio.

"Foi uma apresentação diferencial", disse o governador no evento.

(Reportagem de Denise Luna)