Técnico da Inter de Milão espera que Adriano seja feliz

sexta-feira, 10 de abril de 2009 10:54 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O técnico da Inter de Milão, José Mourinho, espera que Adriano encontre felicidade mesmo que isso signifique que ele tenha de parar de jogar.

O atacante brasileiro afirmou na quinta-feira que decidiu dar "um tempo" do futebol e repensar sua carreira.

"A Inter fez de tudo para ajudar Adriano antes de eu chegar e depois que eu cheguei à equipe, assim como fizeram o presidente e seus colegas", disse Mourinho em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"O importante é ele ser feliz. Se ele está feliz com isso, se você perde um jogador, mas o homem está satisfeito, perfeito."

"Mas por agora eu não quero comentar porque não falei com ele ainda. Duas pessoas com um relacionamento positivo definitivamente terão uma chance de conversar e compreender os motivos reais de suas palavras."

Adriano, que não retornou à Itália depois dos jogos pelas Eliminatórias da Copa contra Equador e Peru, afirmou a jornalistas no Brasil que felicidade é mais importante para ele que dinheiro.

"Eu perdi a alegria de jogar futebol", afirmou o atacante de 27 anos. "Não queria voltar para Itália, eu quero viver em paz aqui no Brasil."

O jogador, que marcou 29 gols em 47 partidas jogando pelo Brasil, foi o maior goleador da Copa América 2004 e da Copa das Confederações em 2005 depois de substituir Ronaldo em ambos os torneios.

Ele irritou Mourinho com uma falta de comprometimento no início desta temporada, mas acabou voltando a ser preferido pelo treinador da Inter.

(Por Paul Virgo em Roma)

 
<p>O t&eacute;cnico da Inter de Mil&atilde;o, Jos&eacute; Mourinho, espera que Adriano encontre felicidade mesmo que isso signifique que ele tenha de parar de jogar. REUTERS/Stringer</p>