Corte da F1 aprova uso do difusor e beneficia Brawn GP

quarta-feira, 15 de abril de 2009 08:27 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - As esperanças de título do britânico Jenson Button e do brasileiro Rubens Barrichello aumentaram significativamente nesta quarta-feira quando uma corte de apelações em Paris decidiu a favor do uso do controverso difusor presente nos carros da equipe Brawn GP.

A corte de apelações da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) também declarou legais os carros das equipes Toyota e Williams, que também utilizam o polêmico equipamento.

Button venceu as duas primeiras corridas da temporada, na Austrália e na Malásia, depois de superar protesto de equipes como Ferrari, Renault, Red Bull e BMW-Sauber, não atendidos pelos comissários de prova.

As quatro equipes então apelaram contra as decisões dos responsáveis pelas corridas.

A FIA disse em um comunicado que a corte, que se reuniu em Paris na terça-feira, havia decidido negar as apelações.

"Com base nos argumentos ouvidos e nas evidências apresentadas, a Corte concluiu que os Comissários estavam corretos em constatar que os carros em questão cumpriam com o regulamento aplicável", disse o comunicado.

A nota disse que os argumentos seriam detalhados posteriormente.

FAVORITOS EM XANGAI   Continuação...

 
<p>Jenson Button dirige carro da sua equipe Brawn GP em Montmelo. 09/03/2009. REUTERS/Albert Gea</p>