15 de Abril de 2009 / às 19:03 / em 8 anos

Robinho está com dificuldades no Campeonato Inglês, diz técnico

Por Chris Brereton

MANCHESTER (Reuters) - O atacante Robinho está encontrando dificuldades para render bem na segunda metade da temporada do Campeonato Inglês, disse nesta quarta-feira o treinador do Manchester City, Mark Hughes.

Robinho chegou ao Manchester proveniente do Real Madrid por uma quantia recorde na Grã-Bretanha de 32,5 milhões de libras (48,28 milhões de dólares) no meio do ano passado.

No entanto, após um bom início de temporada quando marcou 12 gols, ele não faz um gol desde 28 de dezembro.

No último domingo, o brasileiro foi deixado no banco pela primeira vez no Manchester City, na derrota em casa por 3 x 1 para o Fulham. Essa foi a quinta derrota do time em seis jogos.

Hughes deve voltar a incluir Robinho no time titular para o jogo de volta das quartas-de-final da Copa da Uefa contra o Hamburgo, na quinta-feira. No jogo de ida, a equipe perdeu por 3 x 1.

"Robby é um jogador que no dia dele pode mudar o jogo de forma muito, muito positiva", disse Hughes a jornalistas nesta quarta-feira.

"O que estamos percebendo agora na segunda metade da temporada, certamente no nível do Campeonato Inglês, é que os outros times o observaram e tiveram a oportunidade de descobrir como fazer com que o impacto de Robby seja menor do que foi na primeira metade da temporada", acrescentou.

"Os adversários, como sabem que ele é um jogador excepcional, tentam evitar que ele seja eficaz, e isso foi o que aconteceu em alguns casos."

"Em alguns jogos, as equipes tiveram a capacidade de evitar que ele tivesse o impacto que gostaria. Tem sido um problema, não apenas para Robby, mas para vários jogadores", admitiu o treinador.

Contra o Hamburgo, o City escapou de sofrer uma derrota ainda maior, uma vez que o time alemão desperdiçou várias chances de marcar. O treinador do Hamburgo, Martin Jol, disse que seu time não jogará na defensiva na próxima partida, apesar de se precaver contra um gol do Manchester City logo no começo da partida.

"Gostaríamos de marcar um ou dois gols", disse o ex-treinador do Tottenham Hotspur, que venceu todas as seis partidas da liga contra o City durante sua passagem pelo Spurs.

"Se eles fizerem o primeiro gol, a situação pode ficar crítica. Se eles marcarem no começo, isso poderia mudar a disputa."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below