Federer é eliminado por compatriota Wawrinka em Monte Carlo

quinta-feira, 16 de abril de 2009 17:11 BRT
 

Por Julien Pretot

MONTE CARLO (Reuters) - A lua-de-mel de Roger Federer no Masters de Monte Carlo Masters terminou de forma abrupta nesta quinta-feira, quando o suíço perdeu para seu compatriota Stanislas Wawrinka por 6-4 e 7-5, pela terceira rodada.

O número três do mundo, Novak Djokovic, teve destino diferente de Federer ao superar o espanhol Albert Montanes por 6-1, 6-7 e 6-0.

Djokovic e Wawrinka estão entre os poucos jogadores a terem completado suas partidas nesta quinta-feira, enquanto o líder do ranking, Rafael Nadal, e Andy Murray foram frustrados por um temporal que suspendeu a rodada do dia.

Federer e Wawrinka são amigos e conquistaram juntos o título olímpico de duplas em Pequim, no ano passado, mas na quinta-feira Wawrinka não estava nem um pouco generoso em relação ao compatriota.

O 13o cabeça-de-chave obteve sua primeira vitória contra Federer na carreira, mas a comemoração foi contida.

"Não foi um jogo fácil, mas claro que estou feliz por ter vencido", disse Wawrinka após o jogo, que foi atrasado em mais de cinco horas devido a chuva.

"Talvez não tenha sido o tênis mais espetacular, mas é minha vitória mais bonita...(mas) fiquei um pouco envergonhado em celebrar."

Wawrinka enfrentará na próxima rodada o alemão Andreas Beck, que bateu o argentino Juan Monaco por 3-6, 6-2 e 7-5.   Continuação...

 
<p>Stanislas Wawrinka cumprimento o compatriota su&iacute;&ccedil;o Roger Federer ap&oacute;s partida do Masters de Monte Carlo, em M&ocirc;naco. 16/04/2009 REUTERS/Eric Gaillard</p>