Nadal vence duas vezes no dia e vai à semifinal em Monte Carlo

sexta-feira, 17 de abril de 2009 17:15 BRT
 

Por Julien Pretot

MONTE CARLO (Reuters) - O tenista número um do mundo, Rafael Nadal, venceu sua segunda partida do dia para alcançar as semifinais do Masters de Monte Carlo, ao derrotar o croata Ivan Ljubicic por 6-3 e 6-3, nesta sexta-feira.

O espanhol, que foi obrigado a disputar duas partidas no mesmo dia depois que a chuva forçou o adiamento de vários jogos na quinta-feira, enfrentará o britânico Andy Murray, que eliminou o russo Nikolay Davydenko por 7-6 e 6-4.

O dia foi duro para o rei do saibro, que mais cedo venceu o equatoriano Nicolas Lapentti por 6-3 e 6-0 pela terceira rodada, antes de enfrentar o forte saque de Ljubicic pelas quartas-de-final.

Nadal mostrou sinais de irritação quando Ljubicic, que também jogou duas vezes no dia -- derrotou o italiano Simone Bolelli por 7-5 e 7-6 na 3a rodada -- conseguiu devolver uma quebra de serviço.

Mas ele se manteve concentrado, e voltou a quebrar o croata novamente para levar o primeiro set, o que aumentou a pressão sobre Ljubicic desde o início da segunda parcial.

O número 3 do mundo, Novak Djokovic, derrotou o espanhol Fernando Verdasco por 6-2, 4-6 e 6-3 e também se garantiu entre os quatro semifinalistas.

Verdasco, semifinalista do Aberto da Austrália que havia atropelado o compatriota David Ferrer por 6-2 e 6-1 na rodada anterior, não foi páreo para a pontaria de Djokovic, que fechou a partida após 2 horas e 18 minutos.

O sérvio vai enfrentar na semifinal o 13o pré-classificado, Stanislas Wawrinka, que derrotou o qualifier alemão Andreas Beck por 6-2 e 6-4. Na quinta-feira, Wawrinka não teve piedade do compatriota Roger Federer, que decidiu de última hora disputar a competição após ter se casado no fim de semana. Wawrinka eliminou o número dois do mundo com uma vitória por 6-1, 6-7 e 6-0.

 
<p>Tenista espanhol Rafael Nadal comemora ap&oacute;s derrotar o equatoriano Nicolas Lapenti. Nadal avan&ccedil;ou &agrave; semifinal do Masters de Monte Carlo nesta sexta-feira. REUTERS/Eric Gaillard</p>