Calor do deserto dificulta derrota da Brawn, diz Button

quinta-feira, 23 de abril de 2009 15:46 BRT
 

Por Alan Baldwin

MANAMA (Reuters) - O calor do deserto tornará ainda mais difícil uma derrota da Brawn GP em Barein no domingo, depois de a equipe ter perdido no fim de semana para a Red Bull na China, com a pista molhada, afirmou na quinta-feira Jenson Button, líder do campeonato da Fórmula 1.

Button, vencedor das duas primeiras corridas da temporada na Austrália e na Malásia, enfrentou dificuldades com a temperatura dos pneus em Xangai e terminou em terceiro, atrás de Sebastian Vettel e Mark Webber, da Red Bull.

O britânico, entretanto, é o favorito para voltar ao topo do pódio em Sakhir, onde o risco maior é de haver tempestades de areia e não chuva forte.

"Vai ser muito quente e muito diferente da maioria dos circuitos, e as temperaturas dos pneus serão muito altas", disse Button a jornalistas.

"Com sorte, o que sofremos na China com as temperaturas dos pneus, teremos o oposto aqui."

Button disse que a Toyota e a Red Bull parecem ser as principais ameaças.

"Essas são as duas equipes para as quais mais olharemos", afirmou. "Flavio (Briatore) diz que a Renault também estará lá... Pode ser, eu não sei", acrescentou ele, com uma pitada de sarcasmo.

No entanto, ele estava confiante de que a Brawn ainda terá bastante vantagem. "Se quisermos ficar na frente, precisamos obter o máximo do carro, não podemos marcar bobeira", disse. "Não acho que isso vá acontecer, acho que faremos o melhor e com sorte teremos um bom fim de semana."

 
<p>Piloto da Brawn GP de F&oacute;rmula 1 Jenson Button no Grande Pr&ecirc;mio de Bahrain, em Manama. 24/04/2009. REUTERS/Caren Firouz</p>