Milan assume 2a colocação em campeonato italiano, Juve empata

domingo, 26 de abril de 2009 13:19 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O Milan assumiu a segunda colocação do campeonato italiano neste domingo, com uma vitória de 3 x 0 em casa sobre um Palermo com dez homens em campo, colocando pressão sobre a líder Inter de Milão.

Os dois pênaltis de Kaká e um gol de cabeça de Filippo Inzaghi, em boa forma, diminuíram para sete pontos a diferença entre o time de José Mourinho e a Inter de Milão, que faz um jogo perigoso com o Napoli às 15h30 (horário de Brasília).

A terceira colocada Juventus viu suas esperanças de título praticamente morrerem com o empate de 2 x 2 com o Reggina, time da lanterna que ensaia uma recuperação. A Juve está nove pontos atrás da Inter com cinco jogos por disputar.

Antonino Barilla colocou o Reggina na frente na metade do primeiro tempo ao cabecear para o gol, depois de Vincenzo Iaquinta desperdiçar uma oportunidade para a Juve.

Os irregulares visitantes, eliminados da semifinal da Copa da Itália pela Lazio no meio da semana, voltaram ao jogo no segundo tempo, quando Alessandro Del Piero converteu um pênalti depois de uma falta sobre o companheiro de ataque Iaquinta.

Um impressionante chute de longa distância do meio-campista islandês Emil Hallfredsson devolveu a liderança aos anfitriões, mas o meio-campista Cristiano Zanetti, mesmo assolado por contusões, conseguiu um empate. O reserva Amauri quase garantiu a vitória na Juve já no final do jogo.

BATALHA ACIRRADA

O Reggina ainda parece ameaçado, estando seis pontos atrás do Torino, que beira a zona de rebaixamento mesmo tendo vencido o Siena em casa por 1 x 0 graças à bela finalização de Rolando Bianchi.

A batalha contra o rebaixamento ficou ainda mais acirrada quando o penúltimo colocado Lecce bateu o Catania por 2 x 1 e o antepenúltimo Bologna derrotou o Genoa por 2 x 0, ferindo as ambições do adversário na Liga dos Campeões.   Continuação...

 
<p>Jogadores do Milan comemoram gol na vit&oacute;ria de 3 x 0 sobre o Palermo, assumindo a segunda coloca&ccedil;&atilde;o do Campeonato Italiano. REUTERS/Alessandro Garofalo</p>