Bayern de Munique demite Klinsmann; Heynckes é o substituto

segunda-feira, 27 de abril de 2009 16:29 BRT
 

Por Karolos Grohmann

STUTTGART, Alemanha (Reuters) - O Bayern de Munique demitiu o técnico Juergen Klinsmann após uma frustrante primeira temporada no comando da equipe e chamou de volta o ex-treinador Jupp Heynckes para comandar o time nos últimos cinco jogos da temporada.

"Foi difícil tomar essa decisão, mas os resultados das últimas semanas, da forma que aconteceram, e especialmente a situação a cinco jogos do fim do campeonato, nos forçaram a agir com responsabilidade pelo clube", disse o diretor-geral do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, nesta segunda-feira.

Klinsmann foi informado após uma reunião pela manhã com os membros da diretoria Uli Hoeness, Rummenigge e Karl Hopfner. Os assistentes-técnicos Martin Vásquez e Nick Theslof também foram demitidos.

Hoeness disse que o técnico ficou surpreso e até mesmo "chocado" com a notícia.

"Naturalmente, estou muito decepcionado neste momento", disse Klinsmann em comunicado. "Nós estabelecemos as bases para o futuro. Ainda acredito que o time pode conquistar o campeonato."

O Bayern está em terceiro lugar no Campeonato Alemão, três pontos atrás do líder Wolfsburg, após ter perdido por 1 x 0 para o Schalke 04, em casa, no fim de semana. A equipe corre o risco de passar a temporada sem conquistar nenhum título.

A derrota diante do Schalke aumentou a pressão sobre o ex-técnico da seleção alemã, com milhares de torcedores gritando "Fora Klinsmann" das arquibancadas.

Heynckes, de 63 anos, foi treinador do Bayern entre 1987 e 1991 e conquistou dois títulos.

 
<p>Jupp Heynckes, no t&eacute;cnico do Bayern de Munique, em foto de arquivo, ap&oacute;s a demiss&atilde;o de Juergen Klinsmann. REUTERS/Alexandra Winkler/File</p>