Lula aposta em "amizade" com rivais do Rio na eleição por 2016

quinta-feira, 30 de abril de 2009 21:16 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que sua relação de amizade com os líderes dos países que têm cidades concorrendo com o Rio de Janeiro pelos Jogos Olímpicos de 2016 será um trunfo político a favor da cidade brasileira na eleição deste ano que decidirá a sede da Olimpíada.

Após reunir-se com os inspetores do Comitê Olímpico Internacional (COI) que estão na cidade esta semana para preparar um relatório de avaliação, Lula disse que tem a vantagem de ser o presidente democraticamente eleito a mais tempo no cargo, e destacou afinidades dos adversários Chicago, Tóquio e Madri com o Brasil.

"Eu levo a vantagem de ser o presidente democrático mais antigo, e portanto tenho uma relação de amizade maior. Tenho a certeza que teremos o apoio dos outros países", afirmou o presidente em entrevista com seis representantes da mídia internacional no Rio.

"Essa é uma eleição muito boa, o que nós precisamos é passar a primeira fase. Se a gente passar da primeira fase, a chance do Brasil ganhar é muito grande", acrescentou Lula, que se declarou no passado "cabo-eleitoral" da candidatura carioca aos Jogos.

O presidente já anunciou que acompanhará a delegação brasileira na eleição do COI em Copenhague, no dia 2 de outubro. Na disputa passada, o então premiê-britânico Tony Blair foi visto como peça-fundamental na vitória de Londres-2012 na votação, que é realizada em três rodadas eliminatórias --uma cidade é eliminada de cada vez até se chegar à vencedora.

Numa entrevista coletiva posterior, o presidente acrescentou: "Qual a explicação que meu amigo (Barack) Obama tem de não votar no Brasil se não ganhar Chicago? Ele tem uma grande similaridade comigo", disse.

"Qual a razão que o Japão teria de não votar no Rio? A maior colônia japonesa fora do Japão é aqui. Se a Espanha não for para o segundo turno, a quantidade de espanhóis que temos aqui no Brasil... vou pedir que conversem com o rei da Espanha".

Segundo o presidente, tanto ele como o chanceler Celso Amorim têm levado a campanha Rio-2016 a todos os seus compromissos internacionais e já começaram a pedir votos.   Continuação...

 
<p>O presidente Luiz In&aacute;cio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que sua rela&ccedil;&atilde;o de amizade com os l&iacute;deres dos pa&iacute;ses que t&ecirc;m cidades concorrendo com o Rio de Janeiro pelos Jogos Ol&iacute;mpicos de 2016 ser&aacute; um trunfo pol&iacute;tico a favor da cidade brasileira na elei&ccedil;&atilde;o deste ano que decidir&aacute; a sede da Olimp&iacute;ada. REUTERS/Ricardo Stukert/Presid&ecirc;ncia</p>