Para Jogos-2016, Chicago se apoia em Obama e Tóquio em custos

sexta-feira, 1 de maio de 2009 15:01 BRT
 

Por Mark Meadows

MILÃO (Reuters) - Chicago usou nesta sexta-feira a popularidade de seu antigo morador, Barack Obama, para tentar impulsionar a candidatura da cidade a sede dos Jogos Olímpicos de 2016, parafraseando o famoso lema do atual presidente dos Estados Unidos e dizendo "Sim, nós vamos."

A disputa entre Chicago, Tóquio, Rio de Janeiro e Madri está esquentando à espera da escolha da cidade sede, que será anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em 2 de outubro, em Copenhague.

O congresso da Associação Internacional de Imprensa Esportiva em Milão foi uma chance rara para as quatro cidades se apresentarem juntas, com a favorita Chicago bastante disposta em mostrar que Obama apoia com força a candidatura.

"Com o prefeito Richard Daley e com Obama na Casa Branca, temos o maior apoio político já obtido para uma candidatura olímpica", disse no congresso o vice-presidente da candidatura, Mike Roberts.

"Obama está comprometido em trazer os Jogos de volta para os Estados Unidos. Ele criou um gabinete olímpico na Casa Branca."

"Antes era 'Sim, nós podemos'. Estamos levando isso um passo além --'Sim, nós vamos'," disse o presidente da candidatura, Pat Ryan, em referência ao lema da campanha de Obama à Presidência.

A equipe de Chicago já foi criticada no passado por não dar projeções financeiras detalhadas, e mais uma vez se concentrou em Obama no lugar de dar números.

JOGOS DE BAIXO CUSTO   Continuação...