Jogador do Chivas é suspenso por cuspir em adversário

segunda-feira, 4 de maio de 2009 22:18 BRT
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - A Confederação Sul-Americana de Futebol suspendeu nesta segunda-feira o jogador do Chivas Héctor Reynoso por cuspir e lançar suas secreções nasais no rosto de um adversário, num momento em que a região se encontra em alerta por um surto de gripe.

Reynoso foi suspenso de forma provisória dos jogos da Copa Libertadores até que a Conmebol receba recurso do jogador em um prazo de até 72 horas, disse um comunicado do organismo.

Ao final do jogo entre o Chivas Guadalajara e o Everton, do Chile, o defensor mexicano agrediu o jogador Sebastián Penco ameaçando-o contagiá-lo com o vírus da gripe H1N1, que provocou dezenas de mortes no México e se propagou por todo o mundo.

A partida foi disputada no dia 29 de abril.

"Esta situação, que por si só é lamentável, se agrava ante o risco de um contágio pela gripe A H1N1 (gripe suína), mas além disso, pela conduta de um jogador de futebol", disse o comunicado.

Na semana passada, a Conmebol adiou os jogos pelas oitavas-de-final das equipes mexicanas do Chivas e do San Luis pelo surto da gripe, após a negativa de várias equipes de viajar ao México por temores com a doença.

O México participa como convidado na Copa Libertadores, o torneio de clubes mais antigo do continente.

(Reportagem de Daniela Desantis)

 
<p>Foto de arquivo de H&eacute;ctor Reynoso do mexicano Chivas em jogo da Copa Sul-Americana contra o brasileiro Internacional em Porto Alegre. 19/12/2008. REUTERS/Edison Vara</p>