Locais prontos e apoio político são trunfos para Madri-2016, diz COI

sexta-feira, 8 de maio de 2009 17:38 BRT
 

MADRI (Reuters) - O grande número de instalações já prontas e o "amplo apoio político em todos os níveis" são alguns dos trunfos da candidatura de Madri para receber a Olimpíada de 2016, disse nesta sexta-feira a chefe da comissão de avaliação do Comitê Olímpico Internacional (COI), ao encerrar sua visita de cinco dias à capital espanhola.

"Vimos que mais de 70 por cento (das instalações) já existe, e evidentemente isso é um valor agregado para a candidatura", disse a ex-atleta olímpica Nawal El Moutawakel, ministra de Esportes do Marrocos, a jornalistas. "Há um amplo apoio político em todos os níveis, um apoio real, de alguma maneira isso ajudará. Vimos um grande apoio aonde fomos durante nossas visitas."

Ela sugeriu que a realização da Olimpíada de 2012 na Europa (em Londres) não impedirá a Espanha de realizar os Jogos seguintes. "Esse sistema de rodízio não é algo que se debata, não existe, o melhor ganha", declarou.

Gilbert Felli, diretor-executivo do COI, destacou também o "grande apoio ao esporte" que existe na Espanha. "Não há muitos países no mundo que tenham quatro diários esportivos", afirmou.

Os membros da delegação não quiseram entrar em comparações com as outras cidades candidatas -- Chicago, Tóquio e Rio -- ou mesmo com a candidatura anterior de Madri, há quatro anos. Moutawakel limitou-se a dizer que as quatro cidades estão preparadas para realizar uma Olimpíada.

A escolha do COI será anunciada em 2 de outubro.

O prefeito de Madri, Alberto Ruiz Gallardón, disse posteriormente a jornalistas que esta foi "uma semana intensa". "Rimos, sofremos, sonhamos, trabalhamos", disse. "Lembraremos (da visita do COI) com intensidade e emoção, com a convicção de que fizemos o que tínhamos de fazer para defender a candidatura."

Ruiz Gallardón afirmou que os organizadores conseguiram seu propósito de "demonstrar que o dossiê da candidatura correspondia à realidade." Para ele, Madri está "em condições de organizar em 2016 os melhores Jogos Olímpicos e Paraolímpicos que possam ser celebrados na história."

 
<p>El Moutawakel, chefe da comiss&atilde;o de avalia&ccedil;&atilde;o do COI, brinda com o rei Juan Carlos, da Espanha, durante almo&ccedil;o em Madri, nesta sexta-feira. REUTERS/Chema Moya/Pool</p>