Pódio vai diminuir a pressão, diz Raikkonen

domingo, 24 de maio de 2009 16:45 BRT
 

Por Alan Baldwin

MÔNACO (Reuters) - A Ferrari ainda está um pouco longe de voltar a vencer corridas, mas seu primeiro pódio na temporada 2009 deve diminuir a pressão, disse Kimi Raikkonen neste domingo.

"Devemos ficar contentes após um início de temporada tão difícil", disse o campeão de 2007 depois de terminar em terceiro lugar no GP de Mônado, atrás das Brawn de Jenson Button e Rubens Barrichello. Seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa, ficou na quarta colocação.

"As pessoas têm trabalhado muito duro na fábrica e aqui no circuito, e melhoramos o carro rapidamente quando nos demos conta que podemos fazer coisas diferentes com as regras", disse Raikkonen.

A Ferrari não conseguiu marcar pontos nas três primeiras corridas por ter uma interpretação diferente das regras em relação à Brawn, dirigida por seu ex-diretor técnico Ross Brawn.

Depois do fracasso em banir o polêmico difusor traseiro da Brawn, a Ferrari e outras equipes tiveram que redesenhar seus carros de acordo.

"No geral, acho que ainda não estamos velozes o bastante para lutar pelo primeiro lugar, mas conseguimos bons resultados para a equipe comparando com o que tivemos nas outras corridas deste ano", disse Raikkone

"É decepcionante terminar em terceiro, mas é bom para a equipe e com certeza estamos mais felizes agora como grupo, e estamos marcando pontos. Provavelmente vamos ter um pouco mais de paz agora."

"Estamos voltando, e vai levar algum tempo até chegarmos onde queremos, mas com certeza demos grandes passos nos últimos meses."

Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, declarou que a corrida deste domingo pelo menos mostrou que a escuderia, que subiu para quarto na colocação geral, voltou a ser competitiva, ainda que o resultado não tenha sido o que queriam.

"Nosso objetivo é estar à frente de todos, e vamos fazer tudo para conseguir isso o mais cedo possível", disse ele.

 
<p>Piloto da Ferrari de F&oacute;rmula 1 Kimi Raikkonen da Finl&acirc;ndia comemora no p&oacute;dio ap&oacute;s ocupar o terceiro lugar no Grande Pr&ecirc;mio em Monte Carlo. 24/05/2009. REUTERS/Max Rossi</p>